sexta-feira, 14 de junho de 2013

Por que razão os Portugueses dizem "Chá" e os Ingleses dizem "Tea"?



Nós dizemos chá, face a algum respeito etimológico oriental, onde dizem algo entre "tchá/tchai". 

O "chá das 5" foi introduzido em Inglaterra pela princesa portuguesa D. Catarina de Bragança (filha de D. João IV), depois rainha de Inglaterra, face ao casamento com Carlos II (dinastia Stuart). 

Quando D. Catarina chegou a Inglaterra, o rei quis oferecer-lhe cerveja, para que saciasse a sede; porém, perante gargalhada geral da côrte inglesa, a princesa, educadamente, pediu chá (!) 

O chá começou então a entrar em Inglaterra em quantidades cada vez maiores, pelo que, tendo em conta o caminho que tinha de percorrer desde o Oriente, os governantes resolveram aplicar uma taxa. 

Neste seguimento, quando chegava um carregamento com chá, na estiva colocavam um "T" (abreviatura de "TAXED") sobre as embalagens portadoras de chá, para que um imposto (taxa) fosse aplicado. 

Ora, em Inglês, "T" lê-se "ti". Por corrupção, associou-se o som "ti" à bebida tão tipicamente inglesa (tea) = chá. 

Os países vizinhos e outros (borrifando-se para Portugal) adaptaram o som inglês às suas línguas; daí, Thé (Francês), Té (Castelhano), Te (Catalão), Tea (Basco e Húngaro, como os Ingleses), Tee (Alemão), Thee (Holandês), até os Galegos, tão atreitos à nossa língua, dizem Té...  

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Parchal (Lagoa, Algarve)

imagem obtida em: www.eb23-parchal.rcts.pt

Segundo o Dicionário do Nome das Terras, de João Fonseca, Parchal (freguesia desde 1997 e vila desde 2001, no concelho de Lagoa), derivará de Parhcel ou Praxel, nome que, em tempos, se referia ao antigo convento franciscano, no Calvário (uma localidade da freguesia de ESTÔMBAR).

Praxel vem do árabe e quer dizer "lugar alagado ou alagadiço", visto que Parchal, originalmente, tinha as suas terras invadidas pelo rio Arade.

Popularmente, Parchal é conhecido por Aldeia dos Cucos (refere-se à família Cuco, que foi uma das primeiras a fixar-se ali).
imagem conseguida em: estombar.olx.pt


municipiodelagoa.net

Relações entre as palavras...




Ao consultar um dicionário de língua portuguesa, encontro para a palavra "brinde" vários sinónimos que, em certos contextos, podem ser equivalentes. É o caso de: 
  • presente
  • oferta
  • dádiva
  • oferenda
  • doação
  • gratificação
No caso de:
  • oferta 
  • presente
  • dádiva 
  • brinde
são palavras que têm significado idêntico, mas cujos significantes são diferentes; por isso, são sinónimos. 

Já no que diz respeito a:
  • doação
  • gratificação
estas não podem ser utilizadas em vez de presente (no sentido geral de oferta).


Perguntas e respostas sobre "Bom Português"

imagem obtida em: borboletas do tramagal. blogspot.com
Dois exercícios:

Creem ou crêem?

A forma que se encontra correta é creem, sem qualquer acento gráfico, porque as formas verbais graves terminadas em -eem, segundo o Novo Acordo Ortográfico, deixam de levar o acento circunflexo.

Ex: Feito o exame final de Português, eles creem no seu sucesso.

Sub-região ou subregião?

A forma correta é sub-região, porque nas palavras formadas com um elemento não autónomo que termina em b ou d, este liga-se por hífen ao elemento seguinte, se começado por r e não ligado foneticamente ao b  ou d anterior.

terça-feira, 11 de junho de 2013

Música: Calvin Harris - "Feel so Close"

Origem e Significado de algumas expressões como "ERRO CRASSO" e "TER PARA OS ALFINETES"...


ERRO CRASSO:

imagem obtida em: http://www.nacaoruralista.com/noticia?id=13628

Significado: erro grosseiro.

Origem: na Roma antiga havia o Triunvirato: o poder dos generais era dividido por três pessoas. No primeiro destes Triunviratos , tínhamos: Caio Júlio, Pompeu e Crasso. 

Este último foi incumbido de atacar um pequeno povo chamado Partos. 

Confiante na vitória, resolveu abandonar todas as formações e técnicas romanas e simplesmente atacar. Ainda por cima, escolheu um caminho estreito e de pouca visibilidade. 

Os partos, mesmo em menor número, conseguiram vencer os romanos, sendo o general que liderava as tropas um dos primeiros a cair. 

Desde então, sempre que alguém tem tudo para acertar, mas comete um erro estúpido, dizemos tratar-se de um "erro crasso".

TER PARA OS ALFINETES


imagem obtida em: http://aldacris.wordpress.com/2007/09/19/ter-para-os-alfinetes/
Significado: ter dinheiro para viver.

Origem: noutros tempos, os alfinetes eram objecto de adorno das mulheres e daí que, então, a frase significasse o dinheiro poupado para a sua compra porque os alfinetes eram um produto caro. 

Os anos passaram e eles tornaram-se utensílios, já não apenas de enfeite, mas utilitários e acessíveis. 

Todavia, a expressão chegou a ser acolhida em textos legais. Por exemplo, o Código Civil Português, aprovado por Carta de Lei de Julho de 1867, por D. Luís, dito da autoria do Visconde de Seabra, vigente em grande parte até ao Código Civil actual, incluía um artigo, o 1104, que dizia: 

«A mulher não pode privar o marido, por convenção antenupcial, da administração dos bens do casal; mas pode reservar para si o direito de receber, a título de alfinetes, uma parte do rendimento dos seus bens, e dispor dela livremente, contanto que não exceda a terça dos ditos rendimentos líquidos.»

Défice Público


twitter.com
Pedro Passos Coelho pronunciou a seguinte frase a 5 de março de 2012:

"Portugal não vai de maneira nenhuma alterar os objetivos definidos para o défice".

A 24 de maio de 2013 dizia:

"Não excluímos a possibilidade de pedir uma flexibilidade adicional em matéria de défice"

Afinal, o Primeiro-Ministro sempre admite rever as metas do défice...

segunda-feira, 10 de junho de 2013

O Glorioso Quarteto... (Rigoletto, de Verdi)

Hoje é Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

O feriado nacional assinala o dia da morte de Luís Vaz de Camões, em 1580, poeta português, autor da famosa obra Os Lusíadas.

Até ao 25 de Abril de 1974 (data da revolução dos cravos), o dia 10 de Junho era celebrado como o "Dia da Raça: a raça portuguesa ou os portugueses".


Após o 25 de Abril de 1974 (a data que marcou o fim do regime ditatorial do Estado Novo), passou a homenagear-se Portugal, Camões e as Comunidades Portuguesas.

Todos os anos por esta altura, decorrem em várias cidades do nosso país, cerimónias para comemorar este dia, com a presença do Presidente da República e altas individualidades do Estado.

"Silva Peneda preside às comemorações do 10 de Junho
LUSA 
António Sampaio da Nóvoa. Elvas será a cidade anfitriã 
das comemorações."

domingo, 9 de junho de 2013

Uma reflexão de Einstein

"Receio o dia em que a tecnologia se sobreporá à interação humana. 
O mundo terá uma geração de idiotas. Albert Einstein"

[]

Um pintor num programa de talentos...

Anedota


imagem obtida em: piadas.pt
Uma idosa ia na rua, caiu e deu com o rabo no chão.

Passos Coelho assistiu à cena e não só se apressou a ajudar a idosa a levantar-se como a fez apoiar-se nele para atravessar a rua.

Uma vez do outro lado, ele pergunta:

- Então? reconheceu-me? Sou o primeiro ministro Passos Coelho e espero que nas próximas eleições vote em mim!

Diz a senhora, com um sorriso matreiro:

- Sabe sr. Dr., eu bati com o cu no chão, não foi com a cabeça!!!

Morreu Esther Williams