sábado, 4 de janeiro de 2014

Almada Negreiros


imagem obtida em:  nabibliotequice.wordpress.com
"Quando eu nasci, as frases que hão-de salvar a Humanidade já estavam todas escritas.
Só faltava uma coisa: SALVAR A HUMANIDADE!"
                               (Almada Negreiros)

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

"Café Suspenso": um novo conceito para quem "precisa" de tomar um cafézinho...! E se o implantássemos também em Portugal?

No início deste novo ano de 2014, todos sentimos que queremos sair desta situação de crise em que nos encontramos e entrar num novo ciclo: "Ano Novo, Vida Nova" e que este nos traga a concretização de projetos há muito ambicionados. 

Vamos todos ter de fazer por isso, pois "os cortes" não deixarão de continuar a surgir, vindos do nosso Governo, sem dó nem piedade...

Não sendo nada fácil inverter esta situação por falta de dinheiro, porque não distribuir, pelo menos, alguma solidariedade oferecendo pequenos "mimos" que dão pelo nome de "cafés suspensos"? 

E o que é isso? É um novo conceito de ajuda a quem precisa, muito bem pensado e concebido (pelos vistos, a ideia "germinou" em países estrangeiros) pois não se trata só de oferecer um café, mas também de se poder acrescentar (quando assim se quiser) uma sanduíche ou uma refeição completa! 

O pedido de divulgação encontra-se já na NET e aquilo que mais interessa é não só praticar este ato, mas também saber que há da parte a quem confiamos a distribuição desse serviço, a honestidade de cumprir o que lhe foi encomendado - a consciência social de "entregar" o benefício a quem de direito! Essa base de confiança mútua, é fundamental para que o projeto tenha sucesso!

Se todos colaborarmos, haverá menos sofrimento no mundo!

E agora, passo a transcrever um post de um blog onde se pode ler como as coisas se passam no terreno. 
16 de Outubro de 20Café suspenso - Você sabe o 



















"Cafés suspensos"
Entramos num pequeno café na Bélgica com um amigo 
meu e fizemos o nosso pedido. Enquanto estamos a 
aproximar-nos da nossa mesa duas pessoas chegam e 
vão para o balcão:
- "Cinco cafés, por favor. Dois deles para nós e três 
suspensos."
Eles pagaram a sua conta, pegaram em dois e saíram.
Perguntei ao meu amigo:
- "O que são esses cafés suspensos?"
O meu amigo respondeu-me:
- "Espera e vais ver."
Algumas pessoas mais entraram. Duas meninas pediram 
um café cada, pagaram e foram embora. 
A ordem seguinte foi para sete cafés e foi feita 
por três advogados - três para eles e quatro 
"suspensos". 
Enquanto eu ainda me pergunto qual é o significado 
dos "suspensos" eles saem. De repente, um homem 
vestido com roupas gastas que parece um mendigo 
chega na porta e pede cordialmente:
- "Você tem um café suspenso?"
Resumindo, as pessoas pagam com antecedência um 
café que servirá para quem não pode pagar uma bebida 
quente. Esta tradição começou em Nápoles, mas 
espalhou-se por todo o mundo e em alguns lugares 
é possível encomendar não só cafés "suspensos" 
mas também um sanduíche ou refeição inteira.










segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Cidadela-escultura: Casapueblo - Uruguai


Ficheiro:Casapueblo.JPG
imagem encontrada em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Casapueblo.JPG
Casapueblo é a antiga casa de verão do artista uruguaio Carlos Páez Vilaró e é agora uma cidadela-escultura que inclui um museu, uma galeria de arte e um hotel chamado Hotel Casapueblo que fica dentro da estrutura. Ele está localizado em Punta Ballena, próximo de Punta del Este, Uruguai.
Construído ao redor de uma casa de lata chamada La Pionera (Da Pioneer), foi o arquiteto Carlos Páez Vilaró, que o desenhou com um estilo que pode igualar as casas da costa mediterrânica de Santorini, mas geralmente o arquiteto refere-se ao Forneiro, um pássaro típico do Uruguai, para descrever o tipo de construção.
No interior é um museu e uma galeria de arte, mas há alguns anos ele construiu um apart-hotel chamado Hotel Casapueblo ou Club Hotel Casapueblo e tem um restaurante chamado Las Terrazas (Os Terraços), que segue o estilo da construção original e oferece um saboroso cardápio internacional.
Tem uma homenagem a Carlos Miguel (filho do artista), um dos dezesseis uruguaios sobreviventes do acidente aéreo daForça Aérea Uruguaia Vôo 571 que caiu nós Andes em 13 de outubro de 1972.
A loja do Museu recebeu algumas das mais importantes personalidades do mundo político e cultural.
O hotel dispõe de vários tipos de quartos, dependendo do conforto, tipo de quarto e a época (alta temporada é de dezembro a fevereiro), mas você pode encontrar quartos, com capacidade de 2 - 8 pack's. O local é de difícil acesso aos deficientes físicos e idosos, possui uma grande quantidade de escadas, e corrimões não existem. https://pt.wikipedia.org/wiki/Casapueblo

domingo, 29 de dezembro de 2013

Ponte Romana de Alcântara - Ponte romana do século II

"Ponte Romana de Alcántara, em Alcántara (Cáceres), na Espanha, é uma ponte construída a mando do Imperador Trajano, executada pelo arquiteto Caio Julio Lacer. Sustenta-se sobre 6 arcos, tendo 194 metros de comprimento, 61 metros de altura e 8 metros de largura. Fica sobre o rio Tejo. Foi construída cerca do ano 106."


Do lado de Portugal o povoado de SEGURA (Castelo Branco) e do lado de
Espanha ALCANTARA e PIEDRAS ALBAS (Cáceres).
Esta ponte, construída pelos romanos, resiste ao passar de mais de
1900 anos e, pasmem, ainda é transitável !!!

imagem conseguida em: www.geocities.ws