sábado, 1 de agosto de 2015

Para os nativos do signo LEÃO...

Os nativos de LEÃO são pessoas muito bem dispostas, afáveis e luminosas. 

O ouro resplandece do seu olhar e o gosto pelo luxo é refletido no seu trabalho.

Incensos: sândalo e almíscar;

Pedra: âmbar;

Metal: ouro;

Cor: dourada

(in O Verdadeiro Almanaque BORDA D'ÁGUA para 2015)

in: www.maishoroscopo.com.br

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Frases Fantásticas de Maria Barroso

in: www.tvi24.iol.pt 
"Nunca quis que os meus filhos odiassem ninguém, mesmo quando assistiam a cenas terríveis como era ver o pai através de duas redes, a um metro de distância. Era como ver um animal numa jaula. Nunca os incentivei ao ódio. Disse-lhes sempre que o que é preciso é que ninguém , seja quem for passe por uma situação semelhante. E isto passou para eles porque, não era só o que eu dizia, era também o que eu fazia." Maria Barroso, Rádio Renascença, 1999

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Cortes nas pensões? Só nas de amanhã

in: observador
"Passos Coelho continua a defender uma reforma estrutural do sistema de pensões, mas desistiu de aplicar cortes às reformas atualmente em pagamento, algo que estará refletido no programa eleitoral da coligação PSD/CDS a apresentar esta quarta-feira. Seria a opção mais justa, na opinião de Passos Coelho, mas “não vou fazer esse tipo de experiências com o Tribunal Constitucional. Não quer, não quer. Está o caso arrumado“.
As declarações de Passos Coelho, citadas pelo Jornal de Negócios, foram feitas na redação do jornal na terça-feira, véspera da apresentação do programa eleitoral da coligação. O programa incluirá aquilo que o primeiro-ministro chama de “sistema de gerações sobrepostas“, um sistema que aproximará a segurança social de uma lógica de seguro, em que os futuros reformados receberão em função do que descontaram e não uma percentagem das remunerações, explica o jornal.
Além disso, defende a coligação, deverá haver um plafonamento das contribuições que limite a proporção máxima dos rendimentos que os trabalhadores podem ser obrigados a descontar. Estas novas regras serão, de acordo com o programa a apresentar pela coligação, aplicadas aos trabalhadores atuais.
"Passos Coelho preferia começar já a resolver o problema de sustentabilidade que vê na Segurança Social pedindo uma contribuição maior dos atuais reformados, já que pedir mais esforços aos trabalhadores atuais seria “profundamente injusto“.
Mas cortes das pensões atuais são algo que está fora de questão, devido ao Tribunal Constitucional. “E uma vez que é assim, e que nós vamos ter de resolver o problema só para o futuro, ele vai ter de ser resolvido com menos benefícios no futuro e com mais participação de todos os contribuintes que não os beneficiários do sistema. Não pode ser de outra maneira”.

Baixar Taxa Social Única (TSU), mas de “forma seletiva”

Passos Coelho mantém a “pretensão de poder usar seletivamente a TSU para poder, sobretudo em novos empreendimentos, resolver problemas muito definidos, sobretudo em torno de desempregados de longa duração”. Em particular, Passos Coelho fala de “trabalhadores desempregados com muito baixas qualificações que têm muito mais dificuldade em regressar ao mercado de trabalho”.
Contudo, a respeito de eventuais cortes na TSU, Passos Coelho diz que “isso não tem o efeito de desvalorização competitiva que se chegou a admitir há quatro e cinco anos e que só poderia ser compensado por um aumento do IVA que hoje não temos espaço para fazer”."  

(por Edgar Caetano, in Observador, 29.07.2015)

terça-feira, 28 de julho de 2015

O Museu do Louvre no início era uma fortaleza

in en.wikipedia.org



História
Em 1190, o Rei Filipe II criou, no local onde se situa o Museu do Louvre, uma fortaleza para proteger Paris das ofensivas Vikings. Um século mais tarde, Carlos V transformou o espaço num palácio. E já nos reinados de Francisco I e Henrique II foi ali implementado um palácio real. Também importante foi o contributo do monarca Luís XIV, que entre outros méritos, converteu vários edifícios em museus. Um processo que teve inicio em 1692, quando fundou na Sala das Cariátides uma coleção de esculturas clássicas.

Porém, foi entre os anos de 1750 e 1785, que se elaborou a proposta do Louvre para museu permanente. Tal ideia deveu-se ao Supervisor Geral dos Imóveis do Rei, Marquês de Arigny, e também ao Conde Angivillier. O projeto foi aprovado a 6 de maio de 1791. A Assembleia Revolucionária foi bastante clara: o Louvre tinha, a partir de então, a obrigação de ser um "guardião" de todas as heranças científicas e artísticas .
As últimas grandes mudanças neste espaço, decorreram em 1983, por iniciativa do presidente francês François Mitterrand. Um projecto intitulado "Grand Louvre", onde se salentam duas medidas: a construção de novos espaços para exposição, e a conceção, perto da atual entrada do museu, da controversa pirâmide da autoria de I. M. Pei, um arquiteto chinês. A partir de 2002, o número de visitantes duplicou. (in CULTURA, Blasting News, por João Mendes e atualizado em 07.01.2015)

segunda-feira, 27 de julho de 2015

"Dalai Lama" diz...

"Cérebros brilhantes também podem produzir grandes sofrimentos. É preciso educar os corações."
Dalai Lama, líder do budismo tibetano

in: as frases famosas. blogspot.com